Harmonização com vinhos

 

Você decidiu convidar seus amigos para um jantar harmonizado e preparou um cardápio especial, com entrada, prato principal, sobremesa e tudo o mais que eles merecem. Assim que eles chegam e o encontro começa, você pensa “qual garrafa abro primeiro?”.

Essa dúvida é bastante comum, mas bem mais simples de resolver do que você imagina. Acompanhe este post e confira como servir o vinho. Ao final do texto, você não vai errar na ordem e seu jantar será perfeito!

O que devo considerar?

Diversos são os detalhes que você deve analisar, mas para estabelecer uma ordem de rótulos sem correr riscos, considere o corpo, o volume, o açúcar e a idade do vinho. Sabemos que parece muita coisa, mas fique tranquilo que vamos explicar cada um dos itens.

E se os vinhos forem de estilos diferentes?

Também é possível ordená-los adequadamente se eles forem de estilos diferentes. Para isso, você pode seguir a seguinte ordem:

  1. Comece pelos espumantes, de preferência os mais jovens e cítricos;
  2. Em seguida, vá para os brancos. Primeiro abra o vinho mais frutado e jovem e, depois, escolha um vinho gastronômico (volume moderado de álcool, corpo médio e com boa acidez);
  3. Se houver um rosé na mesa, sirva-o depois do branco. Caso haja mais de um rótulo desse estilo, comece com o mais claro e finalize com o mais intenso;
  4. Na sequência, sirva os tintos, sempre levando em conta os pontos citados acima: corpo, açúcar, idade e volume.  Abra as garrafas sempre da mais simples para a mais complexa;
  5. Finalize com os vinhos de sobremesa, sejam eles colheita tardia, fortificados ou de outro estilo.

 

Fonte: blog.famigliavalduga.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *